Usar fundações desconhecidas para atirar números

Excerto da notícia no site da Sic Notícias
Notícia: Há cada vez mais jovens a sair do país

Há alguns dias, a Sic Notícias divulgou uma notícia muito peculiar, intitulada “Há cada vez mais jovens a sair do país“, cuja fonte seria uma “Fundação Empresarial de Portugal”. Ora, nada nesta notícia parecia normal, ainda sequer sem ouvir a peça:

  • Não existe um jornalista responsável pela notícia
  • Não existe uma “Fundação Empresarial de Portugal”
  • Não existe fonte, nem associação ao estudo citado.

Tudo isto cheirava a esturro, e ainda não tenha ouvido a “notícia”. Na notícia ficamos ainda mais esclarecidos, ou não: não são citados números objetivos dos jovens que saem, apenas uma breve menção sobre os “jovens” entre os “30 e os “39” anos com ensino superior que saem de Portugal para irem trabalhar fora. Nada é dito como se comparam esses números com os dos anos anteriores, mas apenas que é feito com base num “inquérito internacional”. Será que foi o segundo ano em que o inquérito é feito para se poder dizer que “há cada vez mais” ? Nada é dito.

Fomos procurar essa dita fundação.

Pesquisa sobre a “Fundação Empresarial de Portugal”. Só se encontra a notícia da SIC e em alguns sites de independência jornalística “duvidosa”….

Como se costuma dizer, se não existe no Google, é porque não existe. Ainda mais estranho é que essa fundação só é encontrada nos sites da Sic, e em alguns sites de independência jornalística “duvidosa”

Finalmente, fomos rever a notícia, onde parte do mistério foi esclarecido. A fonte não é a “Fundação Empresarial de Portugal”, mas sim a “Fundação da Associação Empresarial de Portugal“, também conhecida por FEAP. Ora, a Associação Empresarial de Portugal é uma entidade bem conhecida, embora não pelos seus estudos, mas por representar o seu sector na Concertação Social. Finalmente, vamos poder ver o que realmente diz o estudo… ou não.

O site da dita Fundação apenas contém os seguintes estudos:

Lista de Estudos Publicados pela Fundação da Associação Empresarial de Portugal
  • Posicionamento Estratégico e Apoio ao Empreendedorismo
  • Livro Branco da Sucessão Empresarial

Ambos anteriores a 2013.

… e por aqui acabam as pistas.

 

O que dizem os números oficiais

Ora, os números da imigração são tema bastante falado nos últimos meses, quer devido à crise dos refugiados, quer em relação ao Brexit, do qual foi o tema principal da campanha. Em Portugal foi um tema muito relevante em 2014 face à quantidade significativa de jovem qualificados, aqueles jovens com “menos de 30 anos” (não os jovens entre os 30 e os 39 anos), que saíram de Portugal nesse ano. De facto, segundo o INE e para os dados já publicados, 2014 foi o pior ano desde que os dados começaram a ser publicados em 2013.

Número de portugueses que emigraram.
Fonte: INE

No que diz respeito ao ano de 2016 ainda não existem números oficiais, mas segundo o serviço de Pensões do Reino Unido, o principal destino dos emigrantes portugueses, o número de portugueses a emigrar para o Reino Unido baixou 5% face a 2015, o que extrapolando aos números de 2015 significaria que a emigração também estaria a baixar.

Questionamos-nos portanto, qual é o interesse de uma “notícia”, que contradizendo os números oficiais, omite qualquer dado objectivo sobre o estudo, numa fundação que não existe, e que só parece ser propagada por um sector específico do mundo político em Portugal.