Vendas de veículos de Novembro – Total vendas de veículos electrificados: 25.79%

  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 3
  •  
  •  
  •  

Durante o mês de Novembro foram vendidos 13565 veículos ligeiros, correspondendo a um valor baixo, quer quando comparado com os últimos 12 meses, quer usando a última década como referência. De resto, a história das vendas de Novembro resume-se a “mais das mesmas novidades dos últimos meses”. Vamos então ao resto dos números.

Valores absolutos de vendas por tipo de motorização. Fonte: ACAP

No topo das vendas de Novembro aparecem não surpreendentemente as motorizações a gasóleo e gasolina, respectivamente com 4528 e 3660 unidades, com as motorizações a gasóleo a recuperarem o topo das vendas. Estes valores correspondem, no entanto, a vendas historicamente baixas de ambas as motorizações. No caso das motorização a gasóleo, e apesar da grande baixa de vendas, trata-se do 7º valor mais baixo dos últimos 23 meses. No caso das motorizações a gasolina, trata-se do 5º valor mais baixo no mesmo período.

As novidades do mês começam nas vendas dos veículos totalmente eléctricos, tendo atingido as 2046 unidades. Este é o valor mais alto de sempre, e na verdade, trata-se do 3º mês consecutivo de recordes de vendas absolutas destas motorizações.

Nas restantes motorizações as vendas mantiveram-se relativamente estáveis, o que em si corresponde a uma diminuição da importância das motorizações a combustão interna, uma vez que as motorizações eléctricas observaram uma subida das suas vendas.

Quota de mercado por tipo de motorização. Fonte: ACAP

De facto, o quadro da quota de mercado conta uma história muito clara. Ou melhor descrito, um conjunto de histórias que combinam numa realidade cada vez mais clara.

As motorizações a gasolina, depois de atingirem um pico de 44% a meados do ano, um valor já não atingido por essa motorizações há já vários anos, representaram em Novembro apenas 27% das vendas totais. Trata-se apenas do segundo valor mais baixo desde que há registos, logo após o incomum mês de Abril de 2020.

Advertisements

Já do lado dos veículos movidos a gasóleo verificou-se uma estabilização, depois de vários meses abaixo dos 30%, tendo em Novembro ficado em 33%. Este valor, que agora poderia ser considerado normal, compara-se com os mais de 50% que foram observados durante as duas décadas anteriores.

Virando a página para as tecnologias mais recentes, as motorizações híbridas aparentam ter atingido um planalto do qual não parecem subir nem descer. Somando as motorizações híbridas a gasóleo e gasolina, estas somam agora cerca de 11% das vendas, valor que se tem mantido desde o início do ano.

Do lado das motorizações electrificadas existem agora duas novidades distintas: 15% dos veículos vendidos eram totalmente movidos a bateria, o que corresponde ao valor mais elevando de sempre, e o 7º mês consecutivo de aumento de quota de mercado. Por outro lado, nas motorizações plug-in, as vendas parecem estabilizado nos 9.5%, valor que tem vindo a ser registado consistentemente este Julho. Estes resultados mostram que o mercado não considera para já que os plug-ins sejam uma solução de longo prazo, mas que já ocorre uma mudança de longo prazo para as motorizações exclusivamente eléctricas.

Electrificação do mercado
Percentagem de veículos ligeiros electrificados no parque – Fonte INE

Se verificamos a evolução do mercado apenas para o ano de 2021, é imediata a alteração que está a ocorrer, e em especial a partir de Maio. Desde Maio de 2021 até Novembro, a quota de veículos electrificados aumentou cerca de 13%, depois de uma primeira metade do ano de grande estabilidade. A manter-se este ritmo, atingir-se-á os 50% de mercado em Dezembro de 2022.

A contribuir para este maior ritmo estão as marcas que gradualmente mudaram o seu foco para as motorizações exclusivamente eléctricas: Kia, Hyundai, Mercedes, Smart. Também o lançamento de novos modelos de gama mais baixa, como é o caso do Dacia, faz com que estas motorizações sejam muito mais apelavas para o mercado. Já do lado das marcas, a escassez de componentes faz com que os fabricantes se foquem em modelos de maior margem financeira, tipicamente de gama mais alta, associada aos modelos eléctricos.

Se no final de 2020, com cerca de 59 000 veículos electrificados no parque, o que correspondeu a 0.86% por parque, no final de 2021, estes valores devem ascender a cerca de 80 000, ou 1.16% do parque.

Advertisements

Vendas de veículos eléctricos por marca

Novembro foi mais um mês de entregas da Tesla, e como tem vindo a ser hábito, sempre que isso acontece, a Tesla lidera a tabela de vendas desse mês. Este mês não foi excepção, e com as 300 unidades entregues, a Tesla é a primeira marca a atingir este valor em Portugal.

Nas restantes marcas, é de destacar que temos agora 4 marcas com valores muito próximos das 200 unidades: Hyundai, Peugeot, Renault e Kia, com 204, 200, 185 e 172 unidades respectivamente. Tudo aqui é novidade: é a primeira vez que a Hyundai está à frente de todas as marcas não Tesla, ultrapassando a Peugeot e a Renault, e a Kia começa agora a destacar-se do pelotão de fabricantes, chegando-se ao grupo da frente.

A Nissan parece estar finalmente a ceder à idade do Leaf, com apenas 116 unidades, logo seguida pela Mazda.

De destacar o 9º lugar da Dacia, com o novo modelo eléctrico de baixo custo.

Vendas de veículos eléctricos por marca em Outubro. Fonte:ACAP

É ainda de notar que algumas marcas apresentam agora um perfil de vendas interessante:

  • A Hyundai e a Kia vendem agora mais eléctricos que diesels
  • A Jaguar só vendeu um veículo não eléctrico
  • A Mazda vendeu mais eléctricos que todas as outras motorizações somadas
  • A Mercedes vendeu mais eléctricos que a motorizações a gasolina
  • A Porsche e a Skoda vendeu mais eléctricos que qualquer outra motorização

Embora a Testa tenha tido um mês de vendas record, já ninguém deverá tirar a coroa das vendas de 2021 à Peugeot, que lidera neste momento as vendas do ano. Visto que a Tesla não deverá fazer entregas significativas em Dezembro, os primeiros dois lugares do ano deverão estar encontrados.

Advertisements

Logo a seguir encontramos os três fabricantes ainda habituais, Nissan, Renault e Hyundai, cada um com cerca de 1000 unidades. Só mais atrás com 621 unidades encontramos o resto do pelotão, liderada pela Volkswagen.

Vendas de veículos eléctricos por marca em 2021. Fonte:ACAP
  •  
    11
    Shares
  • 8
  •  
  •  
  •  
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply

Back to Top