Mercado Automóvel em Agosto – Em cada 5 carros vendidos, um foi eléctrico. E essa não foi a única novidade.

Spread the love
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

O mês de Agosto de 2021 foi bastante atípico. De qualquer forma, o mercado automóvel tem andado imprevisível, tantas são as alterações que a industria está a sofrer, e ainda com a COVID-19.

Comecemos pelos números. Os 9788 veículos vendidos em Agosto representaram o número mais baixo desde Maio de 2020. Agosto é tipicamente um mês bastante lento em termos de vendas. Mas este ano, um conjunto muito alargado de factores encontraram-se para tornar o mês ainda mais lento que o habitual: a falta de componentes, em particular os chips; os meses consecutivos de vendas elevadas, e um mês de agosto livre de COVID-19 e com a vacinação já praticamente completa, fez com que os Portugueses tivessem rumado para as praias. Isto nas gamas mais baixas.

Valores absolutos de vendas por tipo de motorização. Fonte: ACAP Clique para Ampliar

Como tem sido habitual, quando as vendas descem, não descem de igual forma em todas a motorizações. Agosto viu a quota de mercado dos veículos a gasolina cair a pique, dos 41% de Julho, para os 31% em Agosto. Este valor não é inédito, e já em Janeiro tinha sido atingido um valor similar. Mas representa uma quebra numa tendência que se verificava em todos os meses de Janeiro até Agosto. Em termos absolutos, venderam-se pouco mais de metade dos veículos a gasolina em Agosto que os registados em Julho.

Já em contra ciclo estiveram os veículos a gasóleo, tendo recuperado quota de mercado para os 34%, um valor que em si é dos mais baixos que há registos . No entanto este valor encerra em si dois detalhes: em termos absolutos, os veículos a gasóleo apenas venderam menos 600 veículos que em Julho. Por outro lado, esta motorização está agora a desaparecer dos veículos de passageiros, sendo que 60% dos veículos a gasóleo correspondem agora a ligeiros de mercadorias. E as vendas destes veículos não é tão afectado pelo período de férias como os ligeiros de passageiros.

Já do lado dos veículos electrificados os números são inéditos. Os veículos plugin atingiram os 10% de quota de mercado, um valor nunca atingido. Estes veículos correspondem a uma gama de preços mais elevada, e que tem agora tempos de espera para entrega que facilmente excedem os 6 meses, não sendo tão afectados pela sazonalidade.

Também em valores recorde estiveram as vendas dos veículos puramente eléctricos, que atingiram os 8.32%, outro valor nunca atingido. E finalmente, tendo ambos os tipos de veículos electrificados, atingidos valores máximos, é apenas natural que a soma dos dois também o fizesse, e de facto, em Agosto de 2021, 19,76% dos veículos vendidos foi electrificado, ou 1 em cada 5.

Advertisements
Quota de mercado por tipo de motorização. Fonte: ACAP Clique para Ampliar

Mercado dos veículos totalmente eléctricos por fabricante

O mercado dos veículos totalmente eléctricos têm assistido à entrada de novas marcas praticamente todos os meses, de forma que neste momento não existe uma hegemonia de um único fabricante. Mas nada podia prever quem lideraria o topo das vendas no mês de Agosto, num mês onde a Tesla fez entregas.

Em Agosto, as vendas foram lideradas pela…. Hyundai, com 98 unidades, o que constitui o record de vendas da marca em veículos eléctricos, e correspondeu a 20% das vendas totais do mês da marca. Depois é que veio a Tesla, com 81 unidades, e mais atrás a Peugeot e a BMW, com 67 e 65 unidades, e no quinto lugar uma novidade. A Ford entrou agora no topo das vendas graças ao novo modelo Mustang Mach-e, e logo com 59 unidades.

Só depois aparecem as marcas que têm historicamente marcado presença, nomeadamente a Nissan e a Renault. Esta é aliás uma demonstração da maturidade do mercado. Para somarmos metade das vendas, temos de somar as vendas das 6 marcas mais vendidas.

Vendas de veículos eléctricos por marca em Agosto. Fonte:ACAP

Os bons resultados da Hyundai permitiu à marca atingir 5º lugar no topo das vendas do ano, com 429 unidades. À frente de Hyundai apenas encontramos agora as marcas que historicamente têm ocupado o topo. Com 555 unidades encontramos depois a Renault.

No pódio das vendas ao ano estão agora 3 marcas com uma vantagem de pelo menos 150 unidades face à Renault no 4ª lugar. O topo é então ocupado pela Nissan, seguida da Tesla e da Peugeot, numa competição renhida, onde do 1º ao 3º lugar distam apenas 83 unidades. É de facto tanto notável a longevidade da Nissan no topo da tabela, com um modelo que apesar da idade continua a dar cartas. É também curioso como a Peugeot continua a competir com num gigante como a Tesla. Não era algo que viesse nas previsões para 2021.

Vendas de veículos eléctricos por marca em 2021. Fonte:ACAP
  •  
    9
    Shares
  • 8
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply

Back to Top